Colunista Ronival Gonçalves: Estamos Vivendo Um Novo Holocausto?

Colunista Ronival Gonçalves: Estamos Vivendo Um Novo Holocausto?

Cientistas, médicos e, até mesmo, líderes religiosos, já reconheceram que a atual “epidemia” de coronavírus, a COVID-19, é uma farsa global, um plano elaborado por uma elite que se julga imune aos acontecimentos mundiais, visto que ela pretende ser a fomentadora dos mesmos. No entanto, é evidente que, em algum momento, a situação caótica da Humanidade vai estar acima da capacidade do homem, para resolvê-la! Então, esse terá que se submeter ao controle de forças que pretendem, de um lado, destruir a vida humana, e de outro, pôr um fim ao drama do pecado. De qualquer forma, nos defrontaremos com acontecimentos que requererão o máximo da resistência física e mental humana! Mas, voltemos ao tema!

A Dra. Judy Mikovits, uma renomada cientista que participou da equipe que isolou o vírus da AIDS, no início da década de 1990, afirma, em um documentário chamado “PLANDEMIC – A Verdade Sobre O Coronavírus”, que é totalmente impossível que tenha havido alguma mutação maligna natural nessa espécie de vírus. Segundo ela, o vírus foi modificado geneticamente, em um laboratório, nos Estados Unidos, e levado para Wuhan, na China. De fato, qualquer pessoa que conheça o mínimo de Genética, entenderá que os vírus, por não compartilharem genes, entre si (o único meio natural para que uma criatura sofra mudanças em suas características genéticas), jamais poderão sofrer qualquer mutação! Seja por relação entre si mesmos (que já vimos que não existe), ou por relação com outros seres!

E (isso é para os que acreditam na Palavra de Deus e entendem que Deus é o Criador de todas as coisas) vírus não existem por meios naturais. Ou teríamos que admitir que Deus foi o criador dos vírus e estabeleceu leis de natureza maléfica em sua constituição genética. Mas isso é impossível por dois motivos: 1) Deus não é o criador do mal. 2) As leis estabelecidas por Deus são eternas, não podendo jamais serem anuladas. Se o Senhor tivesse criado algo como o vírus e tivesse estabelecido leis de caráter maléfico, em seu genoma, isso jamais poderia ser desfeito. Então, leitor(a), temos que admitir que vírus são “criaturas” que veem à existência por meios sobrenaturais! E, de fato, são! Mas, esse não será o tema deste artigo!

Se não estamos vivendo uma epidemia verdadeira, então, o que estamos vivendo? Para que o leitor(a) não argumente contra este artigo, dizendo que se trata de “teoria da conspiração”, vou citar as palavras textuais de uma reconhecida autoridade católica, em carta que dirigiu a ninguém mais, ninguém menos, que o presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump. Trata-se do arcebispo Carlo Maria Viganó, um dos maiores oponentes do atual papa, Francisco I. Viganó é o arcebispo titular de Ulpiana, um antigo Núncio Católico dos Estados Unidos. Nessa carta, a citada autoridade admite que existe um cartel social (que ele chama de “filhos das trevas”) em operação, para promover o caos e, dessa forma, realizar, igualmente, seus objetivos diversos. O que nos chama a atenção e explica o título deste artigo são as seguintes palavras (citadas exatamente como estão em sua carta):

“As investigações já em andamento revelarão a verdadeira responsabilidade daqueles que administraram a emergência Covid, não apenas na área de saúde, MAS TAMBÉM NA POLÍTICA, NA ECONOMIA E NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL. Provavelmente descobriremos que nesta OPERAÇÃO COLOSSAL DE ENGENHARIA SOCIAL há pessoas que DECIDIRAM O DESTINO DA HUMANIDADE, arrogando para si mesmas o direito de agir contra a vontade dos cidadãos e dos seus representantes nos governos das nações.”1

Note as clarezas das palavras destacadas, leitor(a). Ele afirma (como um grande conhecedor da verdade) que o plano do coronavírus foi estabelecido para confundir não apenas a saúde do mundo, mas, também, a política, a economia e a comunicação social! Ou seja, não apenas desestabilizar os setores principais que garantem a estabilidade da existência humana; mas, principalmente, promover, ainda, o isolamento social dos seres humanos, para que não tenham como impedir essa obra hedionda e assassina! Mas, a coisa vai mais além!

As seguintes palavras destacadas explicam a verdadeira natureza assassina dessa falsa epidemia! Elas falam de uma “operação colossal de engenharia social”. Responda, leitor(a)! Qual o aspecto dessa “operação de engenharia social”? Qual o principal elemento em ação, nessa “engenharia social”? A atuação de um suposto vírus mortal! Que está causando a morte de milhares de pessoas, em todo o mundo! Então, está claro! Trata-se de uma OPERAÇÃO COLOSSAL DE ENGENHARIA GENÉTICA SOCIAL! Ou seja, esses homens tomaram um vírus já existente, que, por muitos anos, permaneceu sem fazer mal a um cachorro, e o envenenaram em laboratório, para causar a morte de milhões de pessoas! Mas como apenas o vírus não é suficiente, médicos assassinos estão completando a obra, nos hospitais! Através de um método de tratamento que remete aos dias do holocausto de Adolf Hitler! Os homens são, primeiramente, submetidos ao veneno dos vírus e, depois, entubados e tratados das formas mais bizarras, humilhantes e cruéis, possíveis! Eu tenho imagens dessas práticas hospitalares, as quais são uma perfeita imitação das técnicas assassinas de Hitler, durante o Holocausto judeu (e, também, alemão)!

Sim! Estamos vivendo um novo Holocausto! Apenas que, agora, em escala mundial! Não apenas de judeus, mas de seres humanos de todas as nacionalidades! Pessoas consideradas inúteis e dispendiosas, para o sistema! Velhos, mulheres grávidas, doentes e, sim, até crianças! Pois, seu objetivo é reduzir a população do mundo e, ao mesmo tempo, expurgar a humanidade de tudo que é considerado inferior! Trata-se, em primeiro lugar, de enlouquecer, de adoecer e de exterminar a quantos for possível, nos hospitais e fora deles! Depois, manter a sociedade enclausurada, enquanto são feitas leis que irão privá-la de todos os seus direitos e bens, em futuro muito próximo! Eles já estão falando de vírus ainda mais mortais! Mas, de onde estão vindo esses vírus, leitor(a)? Certamente, da Natureza é que não é! Isso é totalmente impossível! Deus e os cientistas sinceros estão dizendo isso! Será que você vai ouvir?

Há muitos anos, esses homens, nas mãos de forças malignas, decidiram essas coisas, as quais, hoje, estão acontecendo! Eles as anunciaram, por meio de filmes, de jogos, de livros, de desenhos animados, enfim. E, agora, elas estão acontecendo! Mas, tragicamente, muitos, doutrinados por esses mesmos agentes do mal, insistem em dizer que tudo é coisa de “teoria da conspiração”, de gente fanática! Bem, leitor(a), aí está uma autoridade reconhecendo os fatos! Dizendo o que, de repente, você se recusa a acreditar que seja verdade! Mas ele diz muito mais! Ele diz que esses homens “DECIDIRAM O DESTINO DA HUMANIDADE”. Sim, leitor(a)! Esses homens decidiram que você e eu, como partes de uma Humanidade doente, incapaz, inútil, DEVEMOS MORRER! Não importa como! Não importa quanto tempo leve! Nós vamos acabar enlouquecendo! Adoecendo! Vamos precisar de um hospital! E, aí, nós estaremos em suas mãos assassinas!

Ou será que não? Será que precisamos chegar a esse ponto? Não existe uma saída? Sim, existe! Ainda temos um Deus, que tem o controle de tudo! Ele tem, mesmo, a vida desses homens em Suas mãos! Ele os punirá, pela sua obra maligna, no devido tempo! Mas, hoje, leitor(a), você pode decidir se vai continuar à mercê de um sistema assassino, mentiroso! Ou se dará ouvidos aos conselhos de Deus, em Sua Palavra! A resposta poderá decidir seu destino final! Deus têm meios para que você não precise recorrer aos recursos arriscados e ineficazes que a Medicina, principalmente, oferece! Vá a Ele! Busque conhecer Seus princípios! Você estará se colocando em uma região segura e plena de soluções para todos os problemas da vida! Pense nisso!

FONTE:

1 Disponível em: https://www.remnantnewspaper.com/web/index.php/articles/item/4926-open-letter-to-donald-trump-former-u-s-apostolic-nuncio-archbishop-vigano-stands-with-president-against-the-mob]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*