Importância das Férias Escolares para as Crianças

Importância das Férias Escolares para as Crianças

Estamos vivendo em uma época em que há uma exigência cada vez mais forte para que as crianças tenham um desempenho melhor com uma sobrecarga grande de atividades, cada vez mais numerosas e exigentes. São atividades tidas como armas para o futuro, as quais, se não dosadas, podem tornar-se estressantes. Elas dividem o seu tempo entre a escola, os esportes e um sem-fim de tarefas.
A escola de meio período pode não cobrir todas as necessidades de aprendizagem da criança, mas complementá-las com uma carga pesada de atividades pode resultar em fator negativo. Estas pressões impõem-lhes maiores responsabilidades, causam-lhes estresse, ao mesmo tempo que redefinem a essência mesma da infância.
É uma tendência deste tempo histórico social, com suas aspirações culturais, suas necessidades de conhecimento, de preparação para a vida futura. Porém, é preciso ponderar, estabelecer um equilíbrio, entre o que a criança quer e necessita e o que pode fazer sem se esgotar. Corre-se o risco de se desvalorizar o tempo livre, favorável ao amadurecimento emocional, afetivo e ao desenvolvimento da criatividade. É preciso respeitar as etapas do desenvolvimento infantil.
É importante para a qualidade de vida das crianças aproveitar o seu tempo livre sendo livres. Então férias, assim como as pequenas pausas, como intervalos de aula, recreios, feriados são extremamente importantes para a manutenção do equilíbrio e da saúde mental das crianças. Esse período em que se deve sair do ambiente onde normalmente se encontra e dar uma relaxada, andar por outros ares, interagir com outras crianças e pessoas e recarregar as baterias para voltar ao cotidiano revigorados.
Há uma grande preocupação dos pais e responsáveis em fazer com que as crianças tenham uma melhor formação. É visto e fácil de acompanhar uma sobrecarga de atividades que tem sido impostas as crianças em prol de seu melhor desenvolvimento, rendimento e certamente em prol de um futuro melhor. Só que, muitas vezes, ao lado dessa exigência maior vem uma grande quantidade de estresse e ansiedade também. É possível perceber muitas crianças sofrendo com altas ansiedades, muitas crianças com transtornos de ansiedade, o que é, bastante sofrido e muitas com outros problemas em função de altos níveis de estresse.
Aproveitar intervalos, hora do recreio, finais de semana, feriados e principalmente aproveitar as férias é essencial para essa manutenção. Época de férias é época de desligar, de repor energias, fazer coisas gratificantes, algo que dê prazer, de brincar e muitas vezes de ensinar as crianças as brincadeiras de sua época de infância. Pense em quantas brincadeiras que fazia quando criança que hoje não existem mais, e o quanto se pode apresentá-las as crianças.
Tente você, tirar as crianças um pouco da frente das telinhas, dos movimentos frenéticos dos videogames e apresentar brincadeiras que eram tão comuns em sua infância. Ao menos tente, ensinar as crianças com quem você convive, sejam elas seus filhos, netos, sobrinhos a quem quer que seja, as brincadeiras que não se veem mais e que você fazia e se divertia tanto na sua infância.
O brincar como uma importante atividade para o desenvolvimento da criança traz vários benefícios de interação com o mundo, de possibilidades para diferentes situações, resoluções de problemas e a criança aprende a entrar em contato com seus sentimentos.
Portanto, a família e o social deveriam ver a criança na sua totalidade, tendo uma visão holística, sendo o desenvolvimento um processo singular. “Desejaria que cada pai pensasse com a cabeça e agisse com o coração, que conseguisse captar o que agrada ao filho e o que o contraria”. (Isasmendi).

Fonte, Colunista Portal: Karine De Bem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*