Vencendo as Tormentas da Alma Colunista Portal Ronival Gonçalves

Vencendo as Tormentas da Alma Colunista Portal Ronival Gonçalves

Em conversa com Ana Maria Braga, no programa “Mais Você”, Augusto Cury afirma que “uma em cada duas pessoas terá algum transtorno psiquiátrico, ao longo da vida”.1 Isso não apenas estatística! É a descrição de uma terrível realidade! Quando pensamos que, de cada dez pessoas doentes, nove delas estão assim devido a problemas psicossomáticos, a coisa assume proporções “pandemiológicas”! Antes de adoecerem do corpo, milhares de pessoas já adoeceram da mente! Infartos fulminantes, úlceras gástricas e, mesmo, diversos tipos de cânceres, muitas vezes, se originam de transtornos psicológicos não tratados, mal resolvidos! É o paradoxo de uma geração que tem excessiva preocupação com a estética corporal, mas que se esqueceu de tratar corretamente com a estética do mais complexo órgão do corpo humano: o cérebro. Sofrendo, daí, todo tipo de problemas mentais e emocionais! 

Por mais terrível que possa parecer, Augusto Cury, esse renomado psiquiatra e escritor brasileiro, com cerca de 30 milhões de livros vendidos apenas no Brasil, e traduzido para 70 países, no mundo, não está sozinho, em suas afirmações! Jesus, em Sua Palavra, nos adverte, acerca dos últimos dias: “Haverá homens que desmaiarão de terror e pela expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo; pois os poderes dos céus serão abalados” (Lucas 21:26). Apenas desmaia quem experimenta uma profunda sensação de dor, de fadiga corporal ou de tensão emocional! As palavras de Jesus sugerem uma angústia mental insuportável, uma dor da alma incapaz de ser devidamente resistida pela mentalidade humana! A qual se originará das terríveis circunstâncias que sobrevirão ao mundo! Em nossos dias, é grande a quantidade de pessoas que estão tirando a própria vida, por acharem que não mais vale a pena continuar vivendo! Mas, como será, nos dias à frente? E, mais importante, como superar as angústias desse tempo futuro?  

Cury encontrou o caminho da cura, tanto em seu aspecto científico, quanto no espiritual. Ele elaborou uma teoria interessante, que trabalha a forma da construção dos pensamentos. A Teoria da Inteligência Multifocal (TIM) enfatiza a necessidade de o ser humano avaliar suas experiências de diversos ângulos, e não apenas seguindo uma única linha de raciocínio. Assim, é necessário considerar as habilidades emocionais, os aspectos sociais e cognitivos, as memórias conscientes e inconscientes da mentalidade humana, a fim de aprendermos a gerir nossos caminhos pessoais e vencer na batalha da vida.2 Uma importante descoberta dessa teoria e o fenômeno RAM (Registro Automático da Memória). Nosso cérebro registra, independentemente da nossa vontade, todas as experiências vivenciadas por nós, ao longo da vida. E as experiências mais dolorosas são as que ficam gravadas com mais intensidade, em nossos consciente ou inconsciente. Por isso, segundo o famoso psiquiatra, é importante que aprendamos a gerir tais experiências e, principalmente, a buscar vivenciar momentos positivos, alegres, a fim de superar esses traumas emocionais. 

 Ou seja, para Augusto Cury, a prevenção e a cura de todo trauma emocional está em sermos resilientes, encarando os problemas de forma natural e positiva, acreditando em nosso poder de superação e colocando nosso “EU” como o verdadeiro protagonista da vida. É fecharmos as chamadas “janelas killer” (experiências negativas) da mente e abrirmos as “janelas light” (as experiências positivas), as quais nos motivarão a ver o mundo de forma positiva.4 Dessa forma, acharemos o caminho que nos conduz para a completa satisfação emocional e para a realização pessoal. Penso, como alguém que vem trabalhando na área da saúde natural há muitos anos, que, de fato, esse é o caminho para a restauração mental e emocional. No entanto, como cristão, preciso acrescentar algo mais; que, como disse, também foi experienciado por Augusto Cury, em sua autodescoberta pessoal. Trata-se de um fator crucial para toda verdadeira cura e paz mental! 

Antes de sua mais importante descoberta pessoal, Cury era um ateu convicto. Segundo ele mesmo, até mais ateu que muitos famosos ateus, como Friedrich Nietzsche. Mas, ao ingressar em sua carreira de psiquiatra e escritor, Cury decidiu desmascarar o maior embuste de todos os tempos: Jesus Cristo! Uma pessoa como Jesus, diz ele, não poderia ser real! Então, o psiquiatra ateu começou a analisar a vida de Jesus, dentro dos pressupostos da sua ciência psiquiátrica. E o que descobriu mudou suas convicções pessoais! Foi justamente a “capacidade psiquiátrica” de Jesus que chamou a atenção de Augusto Cury! Afinal, que homem é capaz de formar um time de improváveis, os mais problemáticos seres da sociedade, e, com eles, abalar o mundo da época? João era bipolar; Pedro era impulsivo, explosivo, impaciente e temperamental; Natanael era distraído e alheio a regras; Judas, ambicioso; Tomé, desconfiado de tudo e de todos! No entanto, Jesus conseguiu trabalhar a personalidade de cada um desses homens! Ajudou-os a entenderem a si mesmos e agirem no oposto das suas características negativas. Em alguns casos, Jesus fez com que suas características negativas se tornassem um instrumento para a promoção do Seu Reino! Para Cury, finalmente, Jesus não era um embuste, mas alguém que, psicologicamente, estava muito acima do padrão humano! Como resultado, Cury deixou de ser ateu e passou a crer na Pessoa de Jesus. Sua série Análise da Inteligência de Cristo é um tributo à personalidade maravilhosa de Jesus! 

Caro(a) leitor(a)! Augusto Cury pode pensar (e com razão) que a cura e saúde mental se devem à correta gestão das experiências vividas pelo ser humano. Que o “EU” deve ser o protagonista da sua própria história! No entanto, acima do “EU”, como ele descobriu, está Deus! Sem perceber, Cury encontrou o fator crucial de toda prevenção e restauração emocional: Jesus! O “EU”, por si só, nada pode contra as experiências traumáticas! Mas quando esse “EU” se coloca nas mãos dAquele que disse: “Eu Sou” (João 8:58), então, ele se torna, de fato, capaz de vencer as batalhas da existência! Apenas Aquele que ergueu Pedro acima das águas (Mateus 14:31) e acalmou a fúria da tempestade (Lucas 8:24) pode, da mesma forma, trazer paz à alma atormentada! Jesus é o verdadeiro Gestor das experiências humanas! Ele entende a luta da alma, para vencer as angústias físicas, mentais e emocionais! Ele compreende e vê a nossa guerra contra as diversas exigências do cotidiano. E, ao ver nosso desamparo, convida: “Vinde a Mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei” (Mateus 11:28). Iremos continuar atormentados? Ou responderemos ao Seu convite? E, com a Sua ajuda, venceremos a mais importante batalha da vida, a batalha pela lucidez, pela tranquilidade, ante os grandes desafios da existência? Pense nisso!  

FONTES: 

1 Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=tVAG5t0H8SA Acesso em 05 de fevereiro de 2018. 

2 Disponível em http://grupoaugustocury.com.br/inteligencia-multifocal Acesso em 05 de fevereiro de 2018.  

3 Disponível em http://somostodosum.ig.com.br/blog-autoconhecimento/o-fenomeno-ram-registro-automatico-da-memoria–7101.html Acesso em 05 de fevereiro de 2018. 

4 Disponível em http://www.jdv.com.br/coluna/332/as-tres-janelas-da-mente Acesso em 05 de fevereiro de 2018. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*