Existe vida “normal” depois do câncer? Colunista: Letícia Silva

Existe vida “normal” depois do câncer? Colunista: Letícia Silva

[22:08, 16/7/2019] Leticia Colunista: Vou compartilhar a minha resposta pessoal diante disso: é possível viver uma vida normal mesmo lutando contra o câncer. Eu vivi essa vida “ normal”, respeitando as orientações médicas e usando a criatividade para não deixar que o tratamento me privasse de continuar vivendo. A lista de cuidados é imensa, cuidado com o que comer, beber, respirar, sentir, conviver e pensar, afinal tudo reflete na reação do paciente diante dos efeitos colaterais da quimioterapia. Mas eu acho que o principio de um bom resultado é o pensamento, vou sempre insistir na idéia de que o pensamento positivo é arma mais poderosa da humanidade, misturada com o amor então, se torna dez vezes mais poderosa! Eu usei dessa arma combinada com todos os remédios impostos pela minha médica para cura física, acreditando que mesmo os procedimentos mais doloridos seriam necessários para eu recuperar a minha saúde sem parar a minha vida! Vivi cada experiência tirando o máximo de lição que podia para crescer e me fortalecer para outros obstáculos que surgirem no caminho nessa grande caminhada chamada vida! Hoje apenas em estou em acompanhamento médico, faço exames regularmente e sei que será assim durante cinco anos, pois é o protocolo para todo paciente oncológico poder dizer: estou curado! Porém até aqui tem dado tudo muito certo, exames com resultados de uma pessoa perfeitamente saudável, vida perfeitamente normal. Tenho uma rotina de trabalho como qualquer pessoa, no meu caso não precisei ficar tomando nenhum medicamento, vou para todos os lugares que tenho vontade, e me sinto ótima como se nunca tivesse enfrentado doença nenhuma (e olha que essa doença danada me deixou até sem andar) enfim, eu tenho a vida normal pós câncer, uma vida cheia de sonhos e com muito mais amor e alegria por simplesmente estar viva. Hoje eu tenho um termômetro interno que não me permite ficar triste por qualquer coisa, sempre que algo me incomoda eu lembro de toda lição de vida que tive e meu coração logo se enche de alegria e gratidão, é como se eu tivesse me transformado em um tanque de guerra, forte e invencível preparada para qualquer batalha. E chegar nesse nível me deixa orgulhosa e me faz pensar que tudo valeu a pena.

Colunista Portal: Letícia Silva

2 Comments

  1. Que lindo amiga … parabéns por ser esse exemplo de pessoa espiritual, alegre e cheia de vida.

  2. Parabéns pela superação ….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*