Sangão é Pioneiro na Utilização de Ozônio em Tratamentos

Sangão é Pioneiro na Utilização de Ozônio em Tratamentos

A Prefeitura de Sangão, através da Secretaria de Saúde, deve lançar em março deste ano um serviço pioneiro na região. Trata-se da Ozonioterapia, que será oferecido na Clínica de Fisioterapia e será direcionado inicialmente para o tratamento de doenças crônico-degenerativas, tratamento de feridas, melhora da imunidade e, principalmente, para a reabilitação Pós-Covid-19. O início da prática se dará já no mês de março, assim que for finalizada a instalação da nova Sede da Clínica de Fisioterapia e de todos os equipamentos necessários para a aplicação da Ozonioterapia.

O primeiro passo nessa direção aconteceu na semana.  Três profissionais – uma enfermeira e duas fisioterapeutas – receberam treinamento ministrado por um dos mais importantes embaixadores da técnica no Brasil, Dr. Alonso Romero Fuentes Filho, que elogiou a iniciativa da Administração em se preocupar em oferecer um serviço tão avançado e de excelência à população.

A implantação do Serviço de Ozonioterapia é uma iniciativa da Administração Municipal que reuniu informações a respeito dos benefícios da Ozonioterapia. “Acompanhamos vários relatos de pessoas que fizeram e fazem uso dessa técnica há anos, inclusive como um dos tratamentos utilizados na recuperação do Covid-19. Sentimos que isso pode gerar ganho de qualidade nos serviços de saúde para a população e por isso buscamos inovar ao colocar esse serviço à disposição dos nossos cidadãos”, declarou o prefeito Castilho Silvano Vieira.

Além da capacitação, a implantação dos serviços passa pela aquisição de um equipamento específico para o tratamento. Os investimentos do município devem ser na ordem de 100 mil reais.

Em que consiste a prática?

A Ozonioterapia, faz parte das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde regulamentada pelo SUS. Trata-se de uma técnica que utiliza os gases Oxigênio e Ozônio, que são gazes naturais produzidos pela atmosfera e pelo Corpo Humano, e que atuam protegendo o organismo contra contaminações e infecções.

Na prática, a Ozonioterapia auxilia o tratamento de doenças como o câncer, dores e inflamações crônicas, infecções variadas, além de feridas, queimaduras e problemas vasculares em que haja redução do fluxo sanguíneo. Um dos resultados da Ozonioterapia é levar mais oxigênio para os tecidos do corpo, o que contribui para reduzir quadros inflamatórios e regular o sistema imunológico do paciente.

Em países como Cuba, Portugal, Espanha, Itália, Rússia e China a Ozonioterapia já faz parte do sistema público de saúde. Em muitos casos, com uma economia de 80% em relação a um tratamento convencional.

Fonte: Assessoria de Imprensa PMS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*